Artigos

Benefits of the Mediterranean diet: Epidemiological and molecular aspects

Benefits of the Mediterranean diet: Epidemiological and molecular aspects

L Serra-Majem, B Román-Viñas… - Molecular aspects of …, 2019 - Elsevier

More than 50 years after the Seven Countries Study, a large number of epidemiological studies have explored the relationship between the Mediterranean diet (MD) and health, through observational, case-control, some longitudinal and a few experimental studies. The overall results show strong evidence suggesting a protective effect of the MD mainly on the risk of cardiovascular disease (CVD) and certain types of cancer. The beneficial effects have been attributed to the types of food consumed, total dietary pattern, components in the food …

 

A obesidade como catástrofe ambiental dos tempos modernos

A obesidade como catástrofe ambiental dos tempos modernos

Tenho sérias dúvidas que o planeta venha à frente para a maior parte das bocas deste mundo. Infelizmente, para todos nós, não temos um planeta B.

 

Artigo de opinião pelo Dr. Pedro Graça, 21 de maio de 2019. Lero o artigo na sua totalidade, AQUI

A IMPORTÂNCIA DA CARNE NA DIETA MEDITERRÂNICA

A carne sempre teve uma grande importância nas sociedades mediterrânicas, mas nem sempre existiu em abundância.

Uma pequena porção de carne é suficiente para fornecer quantidades apreciáveis de magnésio, ferro, potássio, zinco e vitaminas do complexo B que não existem em produtos de origem vegetal e que são essenciais ao desenvolvimento humano.

O PNPAS continua a sua colaboração com a Revista “Sabe Bem”, uma das publicações mais lidas em Portugal.

Nesta edição, apresentamos o tema “A importância da carne na Dieta Mediterrânica”.

 

Fonte: Nutrimento

O SAL E AS ERVAS AROMÁTICAS NA ALIMENTAÇÃO MEDITERRÂNICA

“EM PORTUGAL, A INGESTÃO EXCESSIVA DE SAL É O COMPORTAMENTO ALIMENTAR QUE MAIS CONTRIBUI PARA A PERDA DE ANOS DE VIDA SAUDÁVEL NA NOSSA POPULAÇÃO”

Na dieta mediterrânica, a abundância de hortícolas, fruta, leguminosas (grão, lentilhas…) e a actividade física intensa são consideradas, desde sempre, uma protecção contra o sal.

O PNPAS continua a sua colaboração com a Revista “Sabe Bem”, uma das publicações mais lidas em Portugal.

Nesta edição, apresentamos o tema “O sal e as ervas aromáticas na alimentação mediterrânica”. 

 

Fonte: Nutrimento Foto: Pixabay

DIETA MEDITERRÂNICA VERSUS DIETA NÓRDICA

Dieta Mediterrânica VS Dieta Nórdica

“A Organização Mundial de Saúde confirma que são dois padrões alimentares saudáveis e desejáveis. Mas muito diferentes um do outro. ”

Tal como a Organização Mundial de Saúde sugere, são dois padrões alimentares saudáveis e desejáveis. Mas muito diferentes na minha opinião. Ao contrário dos padrões alimentares do norte da Europa, mais ou menos recentes, ou pelo menos apresentados recentemente e ainda pouco estudados, a DM cresce e desenvolve-se nas sociedades mediterrânicas clássicas dos Impérios Cartagineses, Gregos ou Romanos, debaixo de uma enorme pressão populacional e ambiental.

Um artigo para ler nesta edição da revista Visão.

SALADAS PARA TODOS | SABE BEM

O PNPAS continua a sua colaboração com a Revista “Sabe Bem”, uma das publicações mais lidas em Portugal, o que nos permite divulgar o tema da Alimentação Mediterrânica a um público alargado.

Nesta edição apresentamos o tema “Saladas para Todos”.

 

Fonte: Nutrimento

A Dieta Mediterrânica também gosta de viajar

Existem outros locais no mundo onde se come muito bem e se vive até muito tarde e com saúde. Curiosamente, quase todos têm bastantes afinidades com o Mediterrâneo e com o nosso modo de comer mais tradicional.

A National Geographic, uma grande instituição de investigação científica, dedicou bastante tempo e dinheiro a identificar as regiões do mundo onde uma proporção elevada de pessoas vive até muito tarde (perto dos 100 anos). E são saudáveis e felizes. Essas regiões, além da ilha de Icária na Grécia, e da região de Ogliastra na ilha italiana da Sardenha, são a ilha japonesa de Okinawa, a região de Loma Linda na Califórnia, e a península de Nicoya na Costa Rica. O que têm em comum com a região do Mediterrâneo e com o nosso padrão alimentar?

É o que apresentamos em mais um texto na Revista “Sabe Bem”, aqui disponível em versão digital para os leitores do Nutrimento.

 

Fonte: Nutrimento

DIETA MEDITERRÂNICA, DOENÇA E INSEGURANÇA ALIMENTAR NAS FAMÍLIAS PORTUGUESAS

Foi publicado hoje um estudo pela Universidade Nova de Lisboa que relaciona a capacidade das famílias portuguesas terem acesso a alimentos suficientes, seguros e nutricionalmente adequados à adesão à Dieta Mediterrânica, à prevalência de certas doenças e qualidade de vida.

 

Fonte: Nutrimento

AS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS E A DIETA MEDITERRÂNICA

O nosso planeta e o nosso clima estão em rápida e perigosa mudança. Adotar um padrão alimentar mediterrânico e incorporar mais produtos vegetais no nosso prato pode fazer toda a diferença. É o que explicamos em mais um texto na Revista “Sabe Bem”.

 

Fonte: Nutrimento 

Adesão ao Padrão Alimentar Mediterrânico em jovens no Algarve

Adesão ao Padrão Alimentar Mediterrânico em jovens no Algarve, Maria Palma Mateus, Trabalho de dissertação desenvolvido para obter o grau de Doutor em Ciências do Consumo Alimentar e Nutrição, no âmbito do Programa Doutoral em Ciências da Alimentação e Nutrição, da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto.

A Dieta Mediterrânica nos Provérbios Portugueses

Chacoto, Lucília. 2014. "A Dieta Mediterrânica nos Provérbios Portugueses", in Paremia, 23, pp.163-174.

 

A Dieta Mediterrânica – Metodologia para o seu estudo

Lisa Afonso, Teresa Moreira, Andreia Oliveira, 2014, "Índices de adesão ao padrão alimentar mediterrânico – a base metodológica para estudar a sua relação com a saúde".  Este trabalho foi originalmente publicado na Revista Factores de Risco, Sociedade Portuguesa de Cardiologia, n.º 31, ano , Janeiro/Março de 2014, pp. 48-55.
 

Breve história do conceito de Dieta Mediterrânica numa perspectiva de saúde

Graça Pedro, 2014, Breve história do conceito de Dieta Mediterrânica numa perspectiva de saúde, revista factores de risco nº31, Jan-Mar 2014, pag. 20-22.

Dieta Mediterrânica, Património Cultural Imaterial da Humanidade

Valagão, Maria Manuela, 2011, Dieta Mediterrânica, Património Cultural Imaterial da Humanidade, Revista Associação Portuguesa de Horticultura, 105, 23-27.

O pão e o vinho na tradição e na poesia popular

Gomes, Maria Amélia Ramos, "O pão e o vinho na tradição e na poesia popular". [Este trabalho foi publicado originalmente em Falas da Terra. Natureza e Ambiente na Tradição Popular Portuguesa, organização de Ana Paula Guimarães, João Barbosa e Luís Cancela da Fonseca, Lisboa, Edições Colibri e Instituto de Estudos de Literatura Tradicional, 2004, pp. 341362]

Dieta Mediterrânica. Uma herança para o futuro

Freitas, Joana Gaspar. "Dieta Mediterrânica. Uma herança para o futuro". Este trabalho foi originalmente publicado na Revista Factores de Risco, Sociedade Portuguesa de Cardiologia, n.º 31, ano , Janeiro/Março de 2014, pp. 66-71

Dieta Mediterrânica: a conserva de azeitona em Tavira

Ricardo, Luísa. 2014. “Dieta Mediterrânica: a conserva de azeitona em Tavira”. Azeites de Portugal (Guia 2014), 128–130. Enigma editores

O azeite e a Dieta Mediterrânica

Ricardo, Luísa. 2013. “O azeite e a Dieta Mediterrânica”. Azeites de Portugal (Guia 2013), 106–107. Enigma editores

A dieta mediterrânica e o azeite

Ricardo, Luísa. 2012. “A dieta mediterrânica e o azeite”. Azeites de Portugal (Guia 2012), 75–79. Enigma editores.